888casinogames -A Câmara Municipal de Fortaleza iniciou, nesta terça-feira (1º), os trabalhos legislativos do segund

Confrontos entre pr888casinogames -efeito de Fortaleza e governador do CE

A Câmara Municipal de Fortaleza iniciou,888casinogames - nesta terça-feira (1º), os trabalhos legislativos do segundo semestre de 2023. Com a presença do prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), os recentes embates entre o gestor da capital e o governador Elmano de Freitas (PT) tomaram conta da pauta. O representante do governo para a reabertura do ano legislativo na Câmara foi o assessor especial de relações comunitárias da Casa Civil, André Luiz Araújo Barbosa.

Continua após publicidade

Durante coletiva de imprensa, realizada antes da sessão especial, o prefeito José Sarto voltou a falar da relação conturbada entre os dois poderes. Ao ser questionado sobre o andamento das parcerias existentes com o governo estadual, Sarto disse não se lembrar de nenhuma parceria realizada em Fortaleza pelas mãos do governo do estado.

"Desde que o novo governador assumiu [em janeiro de 2023], o que aconteceu foi corte no repasse para o IJF [Instituto Dr. José Frota, hospital municipal] em R$ 200 mil. Corte para o apoio ao transporte público, que Fortaleza banca sozinha, em R$ 3 milhões. Corte, desde o ano passado, a bem da verdade, do programa Nossas Guerreiras. Esse, sim, era uma parceria e que não foi adiante desde março do ano passado", afirmou o prefeito.

Ponte dos Ingleses

Governo e Prefeitura voltaram a ter um novo atrito na última semana em virtude da obra parada da Ponte dos Ingleses, também conhecida como Ponte Metálica, cartão-postal da cidade com uma enorme importância histórica e cultural para Fortaleza. Segundo o governo estadual, a reforma não aconteceu porque a prefeitura não cumpriu sua parte no acordo, recuperando os pilares de sustentação da Ponte. Já a prefeitura contestou a informação informando que cumpriu toda a recuperação dos pilares e das estacas.

Na Câmara Municipal, Sarto disse que a questão está resolvida, depois de esperar 17 meses por uma resposta do governo. "Em janeiro de 2021, nós oficiamos ao governo [estadual] e, 17 meses depois, o governo responde ao Ministério Público dizendo que não tem condições orçamentárias, então eu vou assumir a Ponte dos Ingleses".

Relação entre PDT e PT no Ceará

O conflito atual nem de longe lembra a parceria estabelecida entre PT e PDT durante os oito anos em que Roberto Cláudio (PDT) foi prefeito de Fortaleza (2013-2020), sempre de mãos dadas com o então governador Camilo Santana (PT). A crise entre as legendas foi iniciada nas eleições de 2022. Em julho do ano passado, Camilo anunciou o nome de Elmano para a disputa estadual, com apoio de Lula. A decisão desagradou Ciro Gomes (PDT), que se considerou traído e lançou o nome de Roberto Cláudio para a disputa, apoiado por ele - na condição de candidato à presidência pelo PDT - e pelo prefeito José Sarto.

O imbróglio entre as duas legendas deverá ter vários capítulos até chegar à disputa pela Prefeitura de Fortaleza nas eleições de 2024. O nome do prefeito José Sarto não é unanimidade dentro do PDT como candidato à reeleição, o que já gera diversos embates internos no partido, entre parlamentares da Câmara Municipal e os deputados que compõem o partido na Assembleia Legislativa.

Sobre o assunto, o prefeito José Sarto percorre o mesmo caminho dos seus adversários políticos: despista. "Até partido pequeno tem divisão de opinião, imagine o grande. Toda hegemonia intelectual é prejudicial e é bom divergir, mas com projeto, tolerância e alternativas de como fazer Fortaleza uma cidade menos desigual".

Já sobre sua relação com Cid Gomes, que assumiu a legenda do PDT estadual como resultado de um acordo entre as alas divergentes para apaziguar o partido antes das eleições, Sarto disse que tem "uma relação fraterna" com o senador e que "ele compreende muito bem as divergências que a gente possa ter".

Gestão municipal

Durante a solenidade de abertura dos trabalhos da Câmara Municipal de Fortaleza, o prefeito José Sarto (PDT) apresentou um balanço das ações realizadas na cidade ao longo dos últimos dois anos. "Já estamos perto de alcançar 70% de execução das metas que apresentamos na campanha [eleitoral de 2024]".

Para o segundo semestre, os vereadores devem focar no Plano Diretor e na Lei Orçamentária, que deve ultrapassar os R$ 15 bilhões.

Na prestação de contas, José Sarto falou sobre o investimento de R$ 940 milhões na cidade, com mais de 200 obras em andamento, sendo, segundo o prefeito, 90% das ações concentradas na periferia. "São requalificações de praças, urbanização de lagoas, construção de postos e de escolas, terminais de ônibus, mobilidade urbana, obras que trazem dignidade para o fortalezense".

Fonte: BdF Ceará

Edição: Rodrigo Chagas e Camila Garcia


Artículos relacionados

  • Ceará avança nas políticas de educação indígena mas faltam escolas no estado

  • Movimento indígena realiza assembleia no Ceará com representantes de 16 etnias

  • Piso da enfermagem: no Ceará, sindicato realiza assembleia nesta sexta-feira (23)

BdF
  • Quem Somos

  • Parceiros

  • Publicidade

  • Contato

  • Newsletters

  • Política de Privacidade

Redes sociais:


Todos os conteúdos de produção exclusiva e de autoria editorial do Brasil de Fato podem ser reproduzidos, desde que não sejam alterados e que se deem os devidos créditos.

Visitantes, por favor deixem um comentário::

© 2024.sitemap